Melhoramento do trigo: IV. Novas linhagens de trigo a partir de cruzamentos com o cultivar recorrente IAC-5 para o estado de São Paulo

Novas linhagens de trigo, obtidas a partir de cruzamentos e retrocruzamentos entre o cultivar recorrente IAC-5 e outros portadores de qualidades agronômicas, foram estudadas em ensaios de campo instalados na Fazenda Santa Inês, em Maracaí, em 1979 e 1980, na Fazenda Fachinal, em Paranapanema, em 197...

Full description

Saved in:
Bibliographic Details
Main Authors: Felício,João Carlos, Camargo,Carlos Eduardo de Oliveira, Barros,Benedito de Camargo
Format: Digital revista
Language:Portuguese
Published: Instituto Agronômico de Campinas 1983
Online Access:http://old.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051983000100010
Tags: Add Tag
No Tags, Be the first to tag this record!
Description
Summary:Novas linhagens de trigo, obtidas a partir de cruzamentos e retrocruzamentos entre o cultivar recorrente IAC-5 e outros portadores de qualidades agronômicas, foram estudadas em ensaios de campo instalados na Fazenda Santa Inês, em Maracaí, em 1979 e 1980, na Fazenda Fachinal, em Paranapanema, em 1979, e na Estação Experimental de Capão Bonito em 1980. Foram feitas avaliações do rendimento de grãos, altura das plantas e resistência à ferrugem do colmo, em condições de campo, e estudos da tolerância ao alumínio, em soluções nutritivas, em laboratório. Na média geral dos experimentos, destacaram-se, quanto à produção, as linhagens 4-H-1695-1, 8-H-1695-2, 17-H-1695-3, 7-H-1694, e 2-H-1610, sendo a última mais adaptada a solos de boa fertilidade sem a presença de Al3+. As linhagens 2-H-1610 e 14-H-1699-3 foram as que revelaram maior resistência às raças de ferrugem do colmo (Puccinia graminis tritici), tanto em condições de campo como em casa de vegetação **. Quatro das linhagens estudadas apresentaram redução no porte quando comparadas com o cultivar IAC-5. As linhagens 7-H-1694, 8-H-1695-2, 17-H-1695-3 e ll-H-1698-2 foram tão tolerantes a 6 ppm de Al3+ em solução nutritiva quanto o cultivar IAC-5, não diferindo estatisticamente entre si.