Scientific Electronic Library Online (SCIELO), Brasil

Búsqueda general:
Formato:
Cantidad a desplegar: Orden ascendente: 
Búsqueda por diccionario:
Cantidad a desplegar:
Alianza SIDALC
1 / 1 Seleccione referencia / Select reference [ Texto Completo / Full Text ]

Signatura: S0101-20612002000100006
Aut. Analit.: Rosa Maria Lima Alves; Maria Victória EirasGrossmann
Título: Parâmetros de estrusão para produção de "snacks" de farinha de cará (Dioscorea alata).
Yam flour for expanded snacks.
ISSN: 0101-2061.
N. Proyecto: CAPES; Vitae
Afiliación: Universidade Estadual de Londrina; Depto. de Tecnologia de Alimentos; 86051-970; Londrina; PR;
Serie: Ciênc. Tecnol. Aliment.. V.22. N.1. A.2002.
Descriptores: cará; extrusão; farinhas; snacks; yam; extrusion; flours; snacks
Resumen: Farinha de cará (Dioscorea alata) foi processada em extrusor mono-rosca, para a manufatura de "snacks". Foi empregada a Metodologia de Superfície de Resposta para avaliar os efeitos da umidade (16, 20 e 24%), temperatura (120, 150 e 180ºC) e diâmetro da matriz (3, 4 e 5mm) nas características dos extrusados. A temperatura foi a variável mais importante, influenciando todas as propriedades estudadas. O volume específico e o comprimento específico aumentaram quando a temperatura aumentou e a umidade e o diâmetro da matriz diminuíram, enquanto, ao mesmo tempo, fraturabilidade e dureza diminuíram. A expansão diminuiu, quando a temperatura aumentou de 120 para 180ºC. Foram selecionadas duas condições experimentais que possibilitavam obter "snacks" com propriedades desejáveis (alto volume específico e baixa dureza e fraturabilidade) e os produtos foram avaliados por equipes sensoriais não treinadas. Estas apontaram que o melhor produto foi aquele extrusado com um teor de umidade de 17%, a 170ºC, com uma matriz de 4mm de abertura. Este produto obteve um índice de aceitabilidade de 80%, quando avaliado por 140 consumidores.

Yam flour (Dioscorea alata) was processed in a single-screw extruder, for manufacturing snacks. Response Surface Methodology was employed to evaluate the effects of moisture (16, 20, 24%), extruder temperature (120, 150, 180ºC) and die diameter (3, 4, 5mm) on extrudates characteristics. Temperature was the most important variable, influencing all the studied properties. Specific volume and specific length increased when temperature increased and moisture and die diameter decreased, while at the same time, fracturability and strengthness decreased. Expansion decreased when temperature increased from 120 to 180ºC. Two experimental conditions to obtain snacks with desirable properties (high specific volume and low strength and fracturability) were selected and the products were evaluated by non trained sensorial panels. These pointed out that the better snack was that extruded at 17% moisture, 170ºC and 4mm die diameter. This snack obtained 80% acceptability when evaluated by 140 consumers.

     


Total de registros: 1 BD scbr Ayuda MegaBase Agropecuaria Alianza SIDALC